Cuidados

Conheça as vantagens e desvantagens de 8 tipos de combustíveis

Ao comprar um veículo, uma das preocupações é a escolha do combustível que irá alimentar o motor. Após a compra, a dúvida volta a surgir ao abastecer, pois existem diversos tipos de combustíveis que podem ser utilizados. Portanto conheça agora as vantagens e desvantagens de cada um e saiba escolher o melhor para o seu automóvel.

Atualmente, a maioria dos carros nacionais são flex, podendo ser abastecidos por etanol ou gasolina em qualquer proporção. Porém existem muitos modelos de picapes e SUVs que são movidos a diesel e também os importados, que recebem apenas gasolina.

No restante do mundo tem ainda mais opções, como os carros de passeio movidos a diesel, que são proibidos no Brasil, e os veículos elétricos, que praticamente não existem aqui por falta de incentivos fiscais.

Diante de tantas opções, saiba agora escolher a melhor para você e seu carro, conhecendo os 7 principais combustíveis vendidos no Brasil.

1. Gasolina comum

É o combustível mais utilizado pelos brasileiros. O motivo para isso é o volume produzido, capaz de suprir a demanda sem falta do produto em nenhuma época do ano. O etanol, por exemplo, sofre com as entressafras da cana-de-açúcar.

Vantagens

Ao comparar com o etanol, a gasolina comum possui um rendimento maior. Ou seja, para cada litro de gasolina seu carro consegue rodar mais quilômetros do que se estivesse abastecido com etanol.

Apesar de o etanol ter o valor menor por litro, na maior parte do país costuma ser mais vantajoso abastecer com gasolina. Para saber o que é melhor na sua região, siga a regra: se o etanol custar mais que 70% do valor da gasolina, ele não compensa.

Outra vantagem de abastecer com gasolina é que o carro pega mais fácil em dias frios, pois não precisa de altas temperaturas para realizar a queima.

Desvantagens

Por ser um combustível fóssil, é bastante poluente, tanto a extração nas petrolíferas quanto a queima nos carros. Além disso, a sua queima gera resíduos também no interior do motor. Com o tempo, seu funcionamento ficará comprometido e deverá realizar uma manutenção.

Por conta de uma imposição do Governo Federal, a gasolina comum recebe um percentual de 27% de etanol anidro em sua mistura, o que afeta o consumo e o desempenho do carro.

2. Gasolina aditivada

A diferença em relação à gasolina comum é que a aditivada, como o nome indica, recebe aditivos em sua composição que tem como função diminuir os resíduos no motor causados pela queima.

Vantagens

Em relação à gasolina comum, a vantagem é que diminui a necessidade de realizar algumas manutenções, como limpeza de bicos injetores.

Desvantagens

Normalmente o preço do litro da gasolina aditivada é um pouco maior. E não gera economia de combustível, como muitos frentistas defendem.

3. Gasolina premium

Esse combustível é indicado para veículos com alta taxa de compressão, importados e turbinados, pois possui octanagem maior.

Vantagens

Nos carros indicados, a gasolina premium permite que o motor desgaste menos na queima do combustível, evitando a batida de pino. Assim, o aproveitamento da potência do motor é maior, com ligeira redução no consumo.

Outra vantagem é o teor de etanol um pouco menor em relação às outras gasolinas: 25%.

Desvantagens

O preço é o maior problema desse combustível. Custa cerca de 30% a mais. É o preço que se paga por ter carros de alta performance. Outra desvantagem é que não gera benefício algum em motores simples, de baixa compressão.

4. Etanol

Diferente da gasolina, do gás natural e do diesel, o etanol não é proveniente do petróleo. No Brasil, é produzido a partir da fermentação da cana-de-açúcar. Em outros países, o milho é bastante utilizado.

Vantagens

Por ser proveniente de uma fonte renovável e emitir menos poluentes na atmosfera, é considerado menos agressivo ao meio-ambiente. Além disso, o carro possui um desempenho melhor quando abastecido com etanol, principalmente os motores flex com taxa de compressão mais alta.

Desvantagens

Os carros mais antigos apresentam problemas para pegar em dias frios. Tem também o valor do litro que não compensa em muitas regiões do país. Além disso, como o carro roda menos com 1 litro de etanol ao comparar com a gasolina, a autonomia será menor.

5. Diesel comum

No Brasil, somente podem ser movidos a diesel os veículos de carga e de uso pesado, como ônibus, caminhões e máquinas agrícolas, as picapes que transportam no mínimo 1000kg e os utilitários com tração 4×4 e reduzida. Os carros de passeio são proibidos de receberem esse combustível desde 1976. Mas, como muitos atualmente utilizam veículos utilitários, saiba mais sobre o diesel.

Vantagens

O rendimento do motor movido a diesel é consideravelmente maior. Tanto que as picapes movidas por esse combustível são mais econômicas que as abastecidas com gasolina. Além disso, o veículo possui mais força nas arrancadas e maior durabilidade de suas peças mecânicas.

Desvantagens

É o mais poluente dos combustíveis, jogando diversos resíduos tóxicos na atmosfera. Além disso, o valor do veículo a diesel é maior, pois suas peças precisam ser mais resistentes. E ainda, apesar de darem pouca manutenção, quando precisa, costuma ser mais cara.

6. Diesel S-10

É a evolução do diesel comum. Indicado para os veículos movidos a diesel mais modernos, produzidos após janeiro de 2012, pois são capazes de extrair os benefícios oferecidos.

Vantagens

Esses benefícios são maior desempenho, menor consumo, menos emissão de gases poluentes e maior durabilidade do motor, comparado ao abastecido com diesel comum. Isso ocorre por conta da sua fórmula conter menos enxofre.

Desvantagens

É mais caro que o diesel comum e ainda não está disponível em todos os postos de combustíveis.

7. Gás natural

Assim como a maioria dos tipos de combustíveis, também é derivado do petróleo, mas no estado gasoso. É bastante utilizado nas grandes cidades, principalmente por quem roda muitos quilômetros diariamente, como os taxistas.

Vantagens

O maior benefício de possuir um carro movido a gás é o custo do quilômetro rodado, próximo da metade do necessário quando abastecido com gasolina. Outra vantagem é ser menos poluente, se comparado com os demais tipos de combustíveis.

Desvantagens

Para rodar com gás natural, é necessário instalar um kit modificando o carro. Além de caro, perde a garantia de fábrica e espaço no porta-malas. Outra desvantagem é que algumas peças mecânicas sofrem um desgaste maior com esse combustível. Além do mais, não é todo posto que comercializa o gás natural.

Por último, tem a questão da segurança, pois os cilindros que armazenam o gás funcionam a pressões altíssimas. Um pequeno vazamento pode ser um grande risco de explosão.

8. Gasolina formulada

Muito se tem falado sobre a gasolina formulada, mas existe informação errada circulando. Segundo a ANP – Agência Nacional do Petróleo, não existe um tipo de combustível com essa denominação. O que há é um padrão mínimo que toda gasolina deve atingir, chamada de fórmula. Assim, todas as gasolinas vendidas em postos autorizados pela ANP são formuladas.

Agora você entende as diferenças entre os vários tipos de combustíveis disponíveis e saberá escolher o que é melhor para você e seu carro.

Antes de ler esse post, o que você sabia sobre esses tipos de combustíveis? Tem alguma informação para acrescentar? Então deixe um comentário e compartilhe a sua opinião e as suas ideias sobre o assunto!

Você pode gostar
Confira nossa lista com 4 dicas para dirigir à noite com segurança
Manutenção em carros usados: 7 itens obrigatórios para avaliar

Deixe seu comentário

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu Site

Share This