Venda

Saiba quais são os golpes na venda de carros

golpes na venda de carros mais comuns

Um dos maiores receios de quem deseja comprar um veículo é cair em golpes na venda de carros. Afinal, quem nunca ouviu histórias de consumidores que foram trapaceados nesse tipo de negócio?

Na maioria das vezes, o consumidor tem pressa em adquirir o carro desejado, bem como inexperiência na negociação — que, na verdade, requer conhecimento em relação à mecânica, conservação e documentação do veículo.

Sendo assim, e para que você fique mais atento nesse momento, vamos relacionar algumas fraudes mais comuns na venda de um carro. Acompanhe!

1. Odômetro adulterado

Adulterar o odômetro é um dos mais recorrentes golpes na venda de carros. Essa prática faz com que o carro pareça ser mais novo e pouco rodado, visto que a quilometragem nesse caso fica bem abaixo da real.

A dica para escapar disso é verificar o estado de conservação dos outros itens do veículo, como volante, pedais, bancos e câmbio. As condições dos componentes do carro devem ser coerentes com a quilometragem apresentada no odômetro.

2. Carro em nome de outra pessoa

Comprar um carro que não esteja no nome do atual dono é uma situação irregular e que causa muitos transtornos. Esse cenário é bem comum quando o carro está em situação ilegal.

Ocorre devido a circunstâncias, como roubo, financiamentos que não foram pagos, entre outros que tornam a transferência para outra pessoa impossível de ser feita.

Por isso, desconfie sempre de carros com preço abaixo daqueles praticados no mercado, pois como estão em situação ilegal qualquer preço que receberem representa um bom lucro.

A dica para não cair nessa fraude é comprar apenas veículo que esteja no nome do vendedor.

3. Veículo apreendido por autoridades

Nessa modalidade, os golpistas oferecem veículos com preços abaixo do mercado. Trata-se de carros que foram apreendidos por autoridades ou que irão a leilão por motivo de falência, dívidas, multas, entre outros.

Eles contam uma história que convence o comprador, e este, após fazer a transferência bancária, nunca mais vê o carro, tampouco o vendedor. Evite negócios desse tipo, que desde o início já se mostram suspeitos!

4. Carro com remendos na lataria

Alguns veículos, devido ao tempo de uso e falta de cuidados, podem apresentar problemas sérios na lataria que desvalorizam qualquer carro.

Quando chega o momento da venda, alguns proprietários não querem nem saber — o objetivo é vender muito bem. Assim, fazem remendos apenas para disfarçar os problemas e passá-los adiante. Ingênuo é quem compra sem ao menos fazer uma boa inspeção.

Para evitar essa situação, avalie com cuidado o veículo, de preferência à luz do dia, quando é possível determinar com facilidade o aspecto geral da lataria. Se possível, leve, nessa visita, um mecânico da sua confiança.

5. Carro com o motor e a parte inferior muito limpos

Se reparar em um carro em que esteja interessado, que o motor apresenta limpeza acima do normal, inclusive na parte inferior do veículo, desconfie. Essas partes do carro, normalmente, acumulam sujeira por ficarem constantemente em contato com terra e outros tipos de sujeira.

O veículo pode ter sido limpo para encobrir possíveis vazamentos facilmente percebidos por uma pessoa mais experiente. Como o vendedor não sabe se esse é o seu caso, previne-se limpando qualquer vestígio que possa ser notado.

A nossa dica é que você tenha total atenção na hora de examinar um carro pelo qual tenha interesse. Desconfie sempre de muita facilidade e, se possível, leve um mecânico da sua confiança nas suas visitas.

Se você gostou deste post, siga-nos nas redes sociais e fique por dentro das nossas atualizações! Estamos no FacebookInstagram, Twitter e Linkedin!

Você pode gostar
Negociação para terceirizar a venda de veículos
Terceirizar a venda de veículos vale a pena?
aperto de mãos
Vender seu carro com segurança: conheça os 8 passos

Deixe seu comentário

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu Site

Share This