Cuidados

Tipos de lavagem de carro: escolha qual o melhor para seu veículo

Manter o veículo sempre limpo e bem conservado é um grande desafio. A falta de tempo pode fazer com que a limpeza do automóvel fique para depois, já que é difícil deixá-lo parado por algumas horas para realizar o serviço. Por sorte, atualmente, existem muitos tipos de lavagem de carro, que podem facilitar a sua vida. 

Nos últimos anos, com a crise hídrica enfrentada pelas grandes cidades brasileiras, os veículos voltaram a se tornar inimigos da natureza, já que além de emitirem muitos poluentes, ainda demandam uma grande quantidade de água para ficarem limpos. 

Veja, abaixo, alguns tipos de lavagem de carros que estão disponíveis no mercado: 

1. Lavagem a seco

Tornou-se bastante procurada nos últimos anos, com a intensificação da crise hídrica no Brasil. Mas a lavagem a seco traz mais vantagens do que apenas economizar recursos naturais. 

Os produtos utilizados na lataria do carro funcionam como uma espécie de cera, criando uma película protetora que dá brilho e conserva a tinta por muito mais tempo. 

A principal desvantagem do método é o preço, já que os produtos e a mão de obra costumam ser mais caros do que outros tipos de lavagem. Dependendo do tipo de uso que você faz do seu carro, pode não valer a pena. 

2. Lavagem com água

É a mais comum de todas. A grande vantagem da lavagem com água é que você mesmo pode realizá-la, utilizando produtos que podem ser encontrados em qualquer supermercado. Portanto, é só criar um pouco de disposição e colocar a mão na massa. 

A questão é que para se lavar o carro usando uma mangueira, podem ser utilizados até 200 litros de água. Imagine o quanto do recurso natural um posto pode gastar lavando 10 carros por dia! 

Para minimizar o problema, você pode optar por lavar o carro utilizando um balde ao invés da mangueira. Assim você mantém seu carro limpo, contribui com o meio ambiente e gasta pouco dinheiro. 

3. Lavagem a vapor

O método é recomendado para pinturas e interiores que precisam de uma higienização mais profunda. A lavagem a vapor pode ser realizada a cada seis meses. 

Além de recuperar o brilho da pintura, a vaporização elimina fungos e bactérias do interior do carro, contribuindo para a saúde dos ocupantes. 

4. Higienização completa

A higienização completa é recomendada a cada 12 meses de uso. Como o próprio nome diz, trata-se de um método que reúne várias técnicas diferentes para devolver o carro para o dono como se ele voltasse a ser 0 KM. 

Assim, carpetes e bancos são retirados, as forrações do teto recuperadas e os filtros de cabine trocados por novos. Também é realizada cristalização da pintura bem como a lavagem completa do motor e da carroceria. 

É um serviço caro, mas necessário para que você mantenha o seu carro sempre como se estivesse novo. 

E aí, que tal adotar um desses tipos de lavagem de carro para que o seu veículo fique sempre novinho? Se tiver gostado deste conteúdo, siga nosso perfil nas redes sociais e tenha acesso a muito mais! Estamos no Facebook, Instagram, Linkedin e Twitter

Você pode gostar
Como conservar a pintura do carro? Confira o guia da Volanty!
Quanto custa manter um carro? Veja 8 principais gastos!

Deixe seu comentário

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu Site

Share This