Venda

Vender seu carro para particulares é uma boa ideia?

Direção defensiva

A venda de carros para particulares é uma grande oportunidade para os dois lados. O comprador adquire um novo carro por um preço acessível e quem vende lucra o valor integral.

Existe também a possibilidade de vender o seu carro para uma concessionária ou loja de usados. Contudo, isso pode representar um grande prejuízo pois o valor oferecido normalmente é bem abaixo do preço justo.

Porém, para vender por conta própria, é preciso ter tempo e se esforçar durante meses antes de fechar negócio. Você pode conseguir um valor maior, porém, é preciso tomar alguns cuidados para que a venda seja realmente vantajosa.

Outra opção é vender o seu veículo por meio de uma empresa que possa intermediar as negociações. Dessa maneira, você consegue unir os benefícios da venda particular com a segurança da venda por concessionária. Os marketplaces de compra e venda de carro fazem esse papel muito bem e evitam as dores de cabeça causadas no processo de venda.

Principais riscos na venda de carros para particulares

Tome cuidado ao passar suas informações. Você não precisa colocar dados pessoais como telefone e endereço no anúncio. Existem pessoas que podem utilizar essas informações para tentar aplicar algum golpe. As principais plataformas de anúncio permitem que você troque mensagens com compradores usando um aplicativo no celular ou por e-mail.

Na hora de mostrar o carro para potenciais compradores, para garantir sua segurança é importante marcar o encontro em um local movimentado, que não seja na sua casa ou em um ambiente escolhido pelo comprador.

Existem muitos relatos de pessoas que levam calotes ao tentar vender um carro para particular por conta própria. Algumas pessoas, por falta de conhecimento, acabam vendendo o veículo por um valor abaixo do preço justo. Já outras, recebem cheques que acabam cancelados. Em outros casos, ainda, bandidos aproveitam a desculpa de fazer um test drive para roubar seu carro.

Para evitar problemas com o pagamento, a opção mais segura é receber em dinheiro ou transferência bancária. É importante negociar e definir todos os detalhes antes de fechar o negócio. Pois assim, se garante tranquilidade tanto ao comprador quanto ao vendedor.

Outra forma de evitar calotes é deixar para transferir os documentos após a confirmação do pagamento. Dessa forma, o vendedor tem uma garantia caso não receba o valor total combinado previamente.

Demora no processo de compra e venda

Uma outra grande preocupação no momento da venda é levar tempo demais para finalizar o processo. Pode ser preciso mostrar o carro para diversas pessoas antes de encontrar o comprador, algo que pode levar meses e exigir muito esforço.

Fazer anúncios nos jornais e acompanhar postagens na internet são dores de cabeça sem prazo definido para acabar. Infelizmente, muitas pessoas ligam perguntando se o carro não poderia ser vendido pela metade do preço ou apenas questionando todos os detalhes para desistir da compra antes mesmo de ver o carro pessoalmente. É preciso ter paciência e dedicação antes de finalizar a venda.

Mesmo após a venda, ainda é possível ter dor de cabeça. Se a documentação não for feita corretamente, o antigo proprietário pode continuar a receber contas e multas referentes ao veículo. Para evitar esses e outros imprevistos, é preciso tomar cuidado e anunciar de forma correta.

Como saber se está na hora de vender seu carro

A família aumentou e agora você precisa comprar um carro com mais espaço? Quer comprar um modelo mais novo e que atenda mais as suas necessidades? Ou Ainda, você tem um carro e não se lembra quando foi a última vez que foi trabalhar dirigindo? Você prefere utilizar o transporte público para evitar o estresse dos engarrafamentos diários e ainda economizar com combustível?

E nos finais de semana? Será que carro ainda se mostra útil ou você se sente desanimado ao saber que precisará procurar vaga para estacionar?

Se você se identifica com essas situações, então você tem grandes chances de estar no momento ideal para a venda do seu carro. Mesmo com pouco uso, um carro representa diversos gastos, como impostos, manutenção, reparos e documentação.

Para evitar esses prejuízos, a melhor opção é vender o seu carro. E se chegou a hora da venda, também chegou a hora de planejar o que fazer com o dinheiro, que poderá ser usado para quitar dívidas, planejar uma viagem ou, até mesmo, investir no seu futuro.

Alternativa segura para a venda de carros para particulares

Se você decidiu que é o momento de vender o seu carro e quer fazer o melhor negócio, mas não sabe por onde começar, a boa notícia é que existem alternativas. A venda de carros para particulares apresenta seus riscos, mas também muitas vantagens, e pode ser uma boa saída se feita com cuidado.

Mas se você não quer dispor tempo para essa tarefa e quer se proteger de todos os perigos, a Volanty pode intermediar as negociações e sua única preocupação será decidir a melhor forma de investir o valor recebido.

Com a Volanty, você tem a garantia de fazer um bom negócio, evitando golpes, fraudes e dores de cabeça. Entre outras coisas, também não será preciso atender inúmeras ligações de desconhecidos todos os dias, nem ter conhecimento ou experiência na venda de veículos, além de não precisar se preocupar com a burocracia e documentação.

Ao vender o seu carro por meio da Volanty, a companhia tira fotos profissionais, monta anúncios de destaque, avalia propostas e documentos. Tudo isso online, sem que você precise sair de casa e só se preocupe em cobrir os custos quando o veículo for vendido.

A Volanty é a primeira empresa no segmento de marketplace digital para venda de carros usados no Brasil, facilitando a transação C2C (consumer to consumer) e garantindo as melhores vantagens para quem vende ou compra.

A venda de carros para particulares pode ser mais segura e mais fácil com a tecnologia e o padrão Volanty. Curta a nossa página no Facebok para acompanhar todas as novidades.

Você pode gostar
como transferir a propriedade de um veículo
Transferir a propriedade de um veículo: aprenda passo à passo
avaliação de seminovo Volanty
Saiba como funciona a avaliação de seminovo na Volanty

Deixe seu comentário

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu Site

Share This