Venda

Vistoria de carros usados: saiba como fazer uma boa avaliação

vistoria de carros usados

O mercado de seminovos têm aumentado a cada dia. Afinal, não é sempre é possível adquirir um carro zero. Com isso, é importante ter um olhar atento para a vistoria de carros usados. Pois, mesmo que o veículo aparentemente esteja com tudo correto, há alguns cuidados especiais para que o comprador se certifique de que realmente está fazendo um bom negócio.

Vamos apresentar 3 dicas na hora de fazer a vistoria de carros usados. Vamos lá?

1. Verifique o histórico do veículo

O primeiro passo é fazer uma pesquisa sobre o histórico do carro. Você pode fazer essa consulta sobre a situação do veículo no site do Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN), assim, é possível verificar se o automóvel está regularizado ou mesmo se esteve envolvido em roubos ou sinistros. Além disso, é preciso avaliar se o carro está com tudo legalizado: sem multas e com os impostos pagos.

Os números do chassi também não podem deixar de ser conferidos. Essa identificação do veículo mostra todo o histórico e procedência do carro, ou seja, se ele já foi roubado, recuperado ou leiloado. Portanto, veja se os números do chassi estão de acordo com a documentação do veículo.

Outra dica interessante, são as empresas dispõem de sistemas de completos verificação do histórico do carro, antes de você optar pela compra. Assim, é possível ter acesso a informações como quilometragem, acidentes, débitos/multas ou mesmo se já foi vendido em leilão. Inclusive, todos os carros vendidos na Volanty são verificados nesses sistemas, garantindo a procedência do veículo.

2. Faça a vistoria física

Tudo certo com o histórico do veículo? Agora é hora de inspecionar a parte física. Esse momento precisa de muita atenção e cuidado! Se puder levar um mecânico de sua confiança, não hesite em fazê-lo. Um profissional pode te ajudar a vistoriar aspectos mais técnicos, como o motor e a suspensão do veículo. Confira algumas dicas:

  • faça a vistoria de carros usados em lugares bem iluminados, de preferência durante o dia;
  • examine minuciosamente a lataria, observe se há pequenos amassados e se a pintura é original;
  • inspecione os pneus, veja se há desgaste;
  • verifique o motor, o som, cabos, filtro de ar, correia etc.;
  • observe o interior do carro, como os bancos, comandos (faróis, limpadores etc.);
  • averigue os equipamentos de segurança (chave de roda, macaco, triângulo de sinalização, entre outros itens).

3. Faça um test drive

O test drive vai permitir que você conheça melhor o veículo que pretende adquirir. Com o carro em movimento, é preciso prestar atenção se o motor se desenvolve bem, se os freios estão funcionando corretamente e se há qualquer tipo de ruído estranho. Veja abaixo, de forma mais detalhada, como você deve fazer a vistoria com o carro em movimento:

  • cheque a compressão do motor, reduza a velocidade de forma brusca;
  • freie o carro normalmente. Se escutar algum tipo de ruído metálico, pode ser que as pastilhas ou o disco estão gastos;
  • freie o veículo soltando as mãos do volante em um local plano e sem fluxo de carros. Se o carro for para um dos lados, pode indicar problemas nos freios, suspensão ou rodas desalinhadas;
  • engate todas as marchas e verifique se não há ruídos;
  • sinta se há trepidação no volante sem usar os freios, caso aconteça, as rodas podem estar desalinhadas e desbalanceadas. Se a trepidação ocorre usando os freios, é sintoma de que há empenamento nos discos.

Viu como é fácil fazer a vistoria de carros usados? Para acompanhar mais conteúdos relacionados ao assunto, siga nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

Você pode gostar
Como saber o valor do carro no mercado?
golpes na venda de carros mais comuns
Saiba quais são os golpes na venda de carros

Deixe seu comentário

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu Site

Share This